Não somos 6 milhões , somos mais !!!!
Benfica Campeão
Quinta-feira, 29 DE Outubro 2009

 

   

 Saviola: «Muita garra»
REVELA ESTADO DE ESPÍRITO DOS ENCARNADOS

 

29 de Outubro de 2009 -" Fonte Record"

 

Javier Saviola revelou ontem que o plantel encarnado está a encarar com particular vontade o confronto do próximo sábado, com o Sp. Braga, que vai opor os dois primeiros classificados da Liga. "Estamos a preparar o jogo com muita garra. Sabemos que o Benfica está bem, as exibições têm sido boas e temos mantido um ritmo elevado em todos os jogos", indicou.

Porém, o internacional alviceleste, de 27 anos, não considera que a partida frente aos arsenalistas tenha um caráter especial. "É um jogo importante, mas estamos a encará-lo da mesma forma que fizemos com todos os outros. Se queremos ser líderes, todas as semanas são decisivas", frisou, antes de falar um pouco sobre o Sp. Braga: "Têm boa equipa e é preciso respeitá-los. Contudo, temos de confiar nas nossas capacidades, estamos a jogar bem."

Quanto ao momento que os encarnados atravessam, Saviola não se mostrou surpreendido e realçou a importância de "manter o nível de forma a continuar na liderança".

A época tem corrido de feição a El Conejo, que voltou às grandes exibições e ambiciona um regresso à seleção argentina. Mas, para já, Saviola faz questão de agradecer aos companheiros o bom momento de forma: "Jogar ao lado de grandes jogadores facilita muito."

 

LUISÃO DEVE FORMALIZAR RENOVAÇÃO APÓS JOGO DE BRAGA

Só falta Luisão assinar

 Luisão está seguro e já não escapa. O entendimento para a renovação do contrato entre o defesa-central brasileiro e o Benfica é total e, neste momento, só falta a assinatura do contrato, o que deverá acontecer na sexta-feira, na melhor das hipóteses, ou após o encontro com o Sp. Braga.

 

Na segunda-feira, dia em que os encarnados venceram o Nacional e foi comemorado o 6.º aniversário do Estádio da Luz, Luís Filipe Vieira anunciou que se havia chegado a um acordo por duas épocas, que manterá o subcapitão vinculado ao emblema da águia até 2013.

Com este acordo, o Benfica mantém-se a coberto de eventuais investidas de clubes estrangeiros. Apesar dos seus 28 anos, a participação n o Mundial da África de Sul pode alimentar as pretensões de outros emblemas. Sem acordo, em junho Luisão estaria a pouco mais de meio ano de poder assinar por outro clube, já que o contrato expira em 2011.

A renovação sempre foi um desejo assumido publicamente pelas duas partes. Jogador estrangeiro com mais jogos (218) realizados pelo Benfica, o internacional brasileiro é uma das referências do plantel comandado por Jorge Jesus. A cumprir a 7.ª temporada de águia ao peito, é apenas superado por Nuno Gomes (11 épocas, 8 das quais consecutivas) e Moreira (9).

A longo termo

O acordo com Luisão é o culminar de uma política levada a cabo pela SAD encarnada de segurar os principais elementos do plantel, embora Quim ainda esteja em conversações para prolongar a ligação às águias - o contrato expira no final da temporada. Nuno Gomes, em junho, Cardozo, Di María, David Luiz e Fábio Coentrão também já colocaram o preto no branco nos novos contratos.

Do onze-base, a maioria dos jogadores está "presa" ao Benfica a longo termo. Maxi Pereira, Aimar e Saviola ficam "livres" apenas em 2012; depois surgem Luisão (2013), Javi García, Cardozo e Ramires (2014) e David Luiz e Di María (2015). Isto sem esquecer Fábio Coentrão (2015), Carlos Martins, Sidnei e Ruben Amorim (2013) e Nuno Gomes (2011). Com a nau comandada por Jesus de vento em popa, os dirigentes procuram garantir a estabilidade ao nível dos contratos.
 29 de Outubro de 2009 -" Fonte Record"

 

 

 

 Amorim pode ser contemplado
NÃO SENDO PRIORITÁRIO 

 

Ruben Amorim pode vir a ser contemplado com a renovação do contrato. Neste momento, ainda não há conversações entre as partes nem tão-pouco o caso do ex-belenense é prioritário. No entanto, o camisa 5 é dos jogadores mais utilizados por Jorge Jesus, pelo que a SAD encarnada poderá avançar para a revisão do vínculo.

Amorim, de 24 anos, chegou ao Benfica a temporada passada, assinando um contrato válido até 2013. O futebolista assumiu-se como um dos pilares do meio-campo da equipa de Quique Flores, tendo realizado 35 partidas.

 

Sob o comando de JJ não é titular indiscutível, mas conta 12 presenças, somando 774 minutos em campo. Em 2009/10, Amorim tem sido opção para a ala direita da defesa, uma vez que o meio-campo conta com outros protagonistas, nomeadamente García e Ramires.

 

 

 Assistências disparam na Luz
MAIS 11 MIL ESPECTADORES DO QUE EM 2008/09

Os resultados alcançados pelo Benfica, a que se juntam boas exibições e golos, devolveram o entusiasmo aos sócios e adeptos. A tão falada onda vermelha anda de novo agitada e alastrou por todo o lado. A euforia é grande e traduz-se no número de espectadores presentes quer na Luz, quer nos estádios dos adversários que tiveram a "sorte" de acolher os encarnados.

Para se ter uma ideia, as primeiras 8 jornadas já tiveram mais 11.251 espectadores no estádios do que na época passada. O número pode não parecer significativo, mas adquire maior dimensão se recordarmos que na época passada o Benfica recebeu o FC Porto à 2.ª jornada e o Sporting à 4.ª.

A primeira manifestação de apoio começou a sentir-se nos treinos e jogos de pré-época e continuou no desafio inaugural da Liga. A receção ao Marítimo foi presenciada por 54.103 espectadores, mais do que no clássico frente ao FC Porto de há um ano. Porém, a grande euforia estendeu-se a outros estádios.

Veia goleadora põe Cardozo nas bocas do mundo
FIFA DESTACA MÉDIA DE GOLOS IMPRESSIONANTE

 

O bom futebol apresentado pelas águias neste início de temporada acordou um gigante adormecido e colocou o Benfica, de novo, nas bocas do mundo. Os muitos elogios ao jogo encarnado, devidamente adornado com goleadas convincentes, têm saído um pouco de todo o lado e um dos mais recente chegou mesmo do "site" oficial da FIFA.

Na sua rubrica "Speedy strikes and landmark feats", ou "Golos madrugadores e feitos notáveis" numa tradução mais liberal, o avançado Oscar Cardozo ganhou lugar de destaque pelos impressionantes onze golos apontados nos últimos seis desafios da sua equipa. Uma média que coloca o paraguaio nos píncaros da fama, lado a lado com as proezas de Zlatan Ibrahimovic e muitos outros.

A FIFA elogia a veia goleadora da formação de Jorge Jesus, ao mesmo tempo que fala num "ataque de formidável", composto por "jogadores de classe no apoio a Cardozo como Ángel Di María, Pablo Aimar e Javier Saviola", capaz de dar ao Benfica "o seu segundo campeonato nacional em 15 anos".
 

publicado por Sérgio Martins às 07:55
tags:
Quarta-feira, 28 DE Outubro 2009

 

Ações sobem com Jesus
TÍTULOS VALORIZARAM 67,9%

 

 

 

Os bons resultados desportivos do Benfica têm feito subir as ações do clube. Segundo o "Diário Económico", desde que Jesus assumiu o comando técnico, os títulos do clube valorizaram 67,9%.

Este desempenho também é explicado pelo fundo de jogadores criado na Luz. Refira-se que tanto as ações do FC Porto como as do Sporting têm desvalorizado.

 

 

 

Ruben Micael ainda desejado
CONTINUA NA MIRA DA ÁGUIA APESAR DAS PALAVRAS POLÉMICAS


 

Mais golos só com a presença do King
DESDE 1972/73 QUE AS ÁGUIAS NÃO MARCAVAM TANTO

 

Já se torna difícil adjetivar o rendimento ofensivo do Benfica neste início de temporada, de tal forma que é preciso remontar a 1972/73 para encontrar um arranque mais produtivo. Na altura, Eusébio ainda espalhava o perfume do seu futebol pelos relvados portugueses.

Os 6 tentos apontados ao Nacional elevaram para 30 o número de golos apontados nas 8 primeiras jornadas. Este registo acabou por pulverizar o extraordinário arranque das águias em 1989/90 (24 golos), então sob o comando técnico de Eriksson.

Agora, já é preciso recuar 37 épocas para encontrar uma altura na qual os adeptos encarnados comemorassem mais golos. Recorde-se que em 72/73, além do Pantera Negra, o técnico Jimmy Hagan contava com Simões e Nené.

 

 

Entretanto, Ruben Micael está a fazer um início de época notável - confirmando as expectativas do Benfica - e está novamente a despertar o assédio dos grandes

Ruben Micael continua a interessar ao Benfica e anteontem, na Luz, chegaram a existir conversas versando a possibilidade do médio-ofensivo vir a reforçar os encarnados a curto/médio prazo.

No final do jogo, os responsáveis encarnados foram surpreendidos com as declarações do jogador, de 23 anos, que lançou suspeições sobre eventuais desentendimentos no túnel, ao intervalo. Apesar de desagradados os dirigentes da Luz atribuíram os comentários ao calor do encontro e vão continuar a tentar garantir o concurso de uma das revelações do campeonato.

Insulares surpreendidos

Não foi só entre a direção das águias que as palavras do futebolista surpreenderam. Na comitiva do Nacional, as afirmações que Ruben Micael prestou na zona mista também causaram algum desagrado pois todos sabem da existência de conversações, visando uma transferência.

Recorde-se que no último defeso Rui Alves chegou a receber uma proposta para a venda de Nené e Ruben Micael. Contudo, os italianos do Cagliari fizeram uma oferta mais aliciante e o avançado acabou por rumar ao calcio.

publicado por Sérgio Martins às 08:07
tags:

 

O Benfica goleou o Everton FC na terceira jornada da UEFA Europa League, mercê de uma vitória por 5-0 no Estádio da Luz. Os "encarnados" chegaram à vantagem no primeiro tempo e entraram na segunda parte de forma avassaladora, tendo apontado três golos em cinco minutos. Com este triunfo o Benfica ascende à liderança do Grupo I, com seis pontos, os mesmos dos ingleses.

 

Poucas mexidas
A turma "encarnada" apresentou poucas alterações em relação à habitual formação inicial, com a particularidade de Ruben Amorim ter alinhado na posição de defesa-direito, lugar normalmente ocupado por Maxi Pereira. No flanco oposto, a escolha de Jorge Jesus recaiu sobre César Peixoto, já que Shaffer falhou a partida frente aos "toffees" a contas com uma lesão muscular. O guarda-redes Júlio César, utilizado nas provas europeias, voltou a ocupar o lugar entre os postes.

 

Luisão ameaça
A jogar em casa, os comandados de Jorge Jesus entraram bem no encontro, assumindo as despesas nos minutos iniciais, tendo criado uma boa oportunidade para marcar logo aos quatro minutos. Pablo Aimar bateu um canto do lado esquerdo e Luisão, livre de marcação, desviou de cabeça, com a bola a passar ligeiramente ao lado.

 

 

Golo de Saviola
Apesar do assédio "encarnado", a formação inglesa equilibrou as operações a meio-campo, mas foi mesmo a equipa lisboeta a primeira a chegar ao golo, aos 13 minutos. Di María ganhou espaço para cruzar do lado esquerdo e Saviola, ao segundo poste, atirou a contar para delírio dos adeptos "encarnados" presentes no Estádio da Luz. Dez minutos volvidos, Di María voltou a criar calafrios à defesa inglesa, com o Benfica muito perto de aumentar a vantagem. O extremo argentino passou por um opositor no lado esquerdo, efectuou um cruzamento rasteiro e o defesa-central Sylvain Distin por pouco não fazia autogolo.

 

Resposta inglesa
Aos 33 minutos, o Everton respondeu com algum perigo, na sequência de um passe de Yakubu, em zona frontal. Bilyaletdinov disparou de primeira, com o esférico a passar ligeiramente por cima da barra da baliza de Júlio César, numa fase em que os homens comandados por David Moyes procuravam o empate. Contudo, o Benfica conseguiu preservar a vantagem até ao intervalo.

 

Entrada explosiva
A segunda parte começou da melhor forma para a equipa da casa, que fez o 2-0 logo aos 46 minutos. Aimar ganhou a bola à entrada da área, Saviola progrediu pelo lado esquerdo e assistiu na perfeição Óscar Cardozo, que só teve de encostar. Numa entrada verdadeiramente explosiva, os "encarnados" voltaram a marcar no minuto seguinte. Di María, também pelo lado esquerdo, efectuou um cruzamento bem medido e Cardozo, ao segundo poste, bisou com um remate de cabeça.

 

Luisão de cabeça
Aos 51 minutos a turma da Luz fez o 4-0, na sequência de um pontapé de canto apontado por Aimar. Luisão, em zona frontal, cabeceou ao poste mais distante, colocando em delírio as bancadas do Estádio da Luz. Três minutos depois foi a vez de Di María tentar a sua sorte, já no interior da área. O argentino ganhou espaço, rematou com intenção, mas a bola embateu com estrondo na barra da baliza à guarda de Tim Howard.

 

Bis de Saviola
Depois da avalanche de golos no recomeço, o Benfica continuou a dominar, não com tanta intensidade, perante uma equipa do Everton mais descrente face ao primeiro tempo. Os comandados de Jorge Jesus poderiam ter marcado mais, mas o Everton esteve perto de marcar aos 78 minutos, após um remate de Saha, que embateu no poste da baliza "encarnada". No entanto, o Benfica chegaria ao 5-0 aos 82 minutos, após lançamento longo de David Luiz. Di María assistiu Saviola, que fez o mais fácil.

Os Golos:

 

Outros Jogos

 22/10/2009
FC Salzburg 1 - 0 PFC Levski Sofia
S.S. Lazio 2 - 1 Villarreal CF
FC Sheriff 2 - 0 FC Twente
FC Steaua Bucureşti 0 - 1 Fenerbahçe SK
FC BATE Borisov 2 - 1 AEK Athens FC
SL Benfica 5 - 0 Everton
FC Shakhtar Donetsk 4 - 0 Toulouse FC
Club Brugge KV 2 - 0 FK Partizan
PSV Eindhoven 1 - 0 FC København
AC Sparta Praha 2 - 0 CFR 1907 Cluj
FK Austria Wien 2 - 2 Werder Bremen
Athletic Club Bilbao 2 - 1 CD Nacional
FC Timişoara 0 - 0 RSC Anderlecht
AFC Ajax 2 - 1 NK Dinamo Zagreb
Valencia CF 1 - 1 SK Slavia Praha
LOSC Lille Métropole 3 - 0 Genoa CFC
Celtic FC 0 - 1 Hamburger SV
Hapoel Tel-Aviv FC 5 - 1 SK Rapid Wien
FK Ventspils 1 - 2 Sporting Clube de Portugal
Hertha BSC Berlin 0 - 1 SC Heerenveen
Fulham FC 1 - 1 AS Roma
PFC CSKA Sofia 0 - 2 FC Basel 1893
Galatasaray AŞ 4 - 1 FC Dinamo 1948 Bucureşti
Panathinaikos FC 1 - 0 SK Sturm Graz

 

 
publicado por Sérgio Martins às 01:43

 

O Benfica perdeu na segunda jornada da UEFA Europa League, na visita ao terreno do AEK Athens FC, por 1-0. O único golo da partida foi apontado à beira do intervalo, por intermédio de Majstorovic.

 

Di María perto do golo
Os comandados de Jorge Jesus entraram bem no jogo, de forma autoritária, e desde cedo tomaram as rédeas do encontro, com o AEK a explorar os lances em contra-ataque. Assim, aos 12 minutos, Di María esteve perto do golo após a marcação de um pontapé de canto. O argentino aproveitou um alívio deficiente da defesa grega e disparou de pronto, com a bola a embater no poste da baliza à guarda de Saja.  

 

AEK responde
Aos 15 minutos, a turma da casa respondeu e Georgeas criou o primeiro lance de perigo junto da área "encarnada", permitindo uma defesa segura a Júlio César. No minuto seguinte, o guarda-redes brasileiro voltou a negar os intentos dos gregos, ao travar um remate de longe por parte de Scocco. Aos 19 minutos, Blanco falhou por pouco o alvo, após uma saída fora de tempo por parte de Júlio César, mas o lance foi invalidado por posição irregular.

 

Blanco de cabeça
Aos 22 minutos, Di María voltou a criar perigo, após uma incursão pelo lado esquerdo. O extremo argentino deixou dois defesas para trás, ultrapassou o guarda-redes dos gregos, mas, sem ângulo de remate, não conseguiu introduzir a bola na baliza. Aos 39 minutos, o AEK esteve muito perto de marcar, após cruzamento do lado esquerdo. Blanco rematou de cabeça e a bola saiu muito perto do poste esquerdo da baliza.

 

Golo perto do intervalo
Depois de alguns avisos, os gregos acabaram mesmo por marcar, na sequência de um pontapé de canto, aos 42 minutos. Majstorovic saltou mais alto do que os centrais do Benfica e, de cabeça, fez o 1-0, para gáudio dos adeptos presentes no Estádio OACA Spiros Louis. O Benfica foi para o descanso em desvantagem, mesmo depois de ter construído alguns lances para marcar no primeiro tempo, se bem que tenha revelado algumas dificuldades no sector mais recuado.

 

Benfica tenta empate
Na segunda parte, a formação lisboeta entrou bem e Di María por pouco não fez o empate, após remate sobre o lado esquerdo. Valeu à turma grega a intervenção de Saja, que cedeu canto. Dois minutos depois, o guarda-redes grego voltou a negar o tento do Benfica, na sequência de um remate de Saviola, que levava selo de golo. Aos 64 minutos, o recém-trado Weldon poderia ter dado melhor sequência a um cruzamento de Ramires, mas o cabeceamento do brasileiro saiu ao lado.

 

Expulsão
Dois minutos depois, Cardozo quase marcava de livre, mas Saja efectuou nova defesa vistosa. Aos 73 minutos, foi a vez de Fábio Coentrão (também entrou na segunda parte) tentar a sua sorte, com um disparo já no interior da área. Contudo, o guardião do AEK defendeu com o pé, tendo cedido canto. O AEK ficou reduzido a dez elementos, por expulsão de Georgeas, a cinco minutos do fim, mas o Benfica não conseguiu chegar ao empate.

Outros Jogos

                   01/10/2009
PFC Levski Sofia 0 - 4 S.S. Lazio
FC Salzburg 2 - 0 Villarreal CF
FC Twente 0 - 0 FC Steaua Bucureşti
FC Sheriff 0 - 1 Fenerbahçe SK
AEK Athens FC 1 - 0 SL Benfica
FC BATE Borisov 1 - 2 Everton
Toulouse FC 2 - 2 Club Brugge KV
FC Shakhtar Donetsk 4 - 1 FK Partizan
FC København 1 - 0 AC Sparta Praha
PSV Eindhoven 1 - 0 CFR 1907 Cluj
Werder Bremen 3 - 1 Athletic Club Bilbao
FK Austria Wien 1 - 1 CD Nacional
RSC Anderlecht 1 - 1 AFC Ajax
FC Timişoara 0 - 3 NK Dinamo Zagreb
SK Slavia Praha 1 - 5 LOSC Lille Métropole
Valencia CF 3 - 2 Genoa CFC
Hamburger SV 4 - 2 Hapoel Tel-Aviv FC
Celtic FC 1 - 1 SK Rapid Wien
Sporting Clube de Portugal 1 - 0 Hertha BSC Berlin
FK Ventspils 0 - 0 SC Heerenveen
AS Roma 2 - 0 PFC CSKA Sofia
Fulham FC 1 - 0 FC Basel 1893
FC Dinamo 1948 Bucureşti 0 - 1 Panathinaikos FC
Galatasaray AŞ 1 - 1 SK Sturm Graz

Estatísticas dos clubes

    

AEK   Benfica
1 Golos marcados 0
4 Cartões amarelos 3
1 Cartões vermelhos 0
10 Remates à baliza 9
3 Cantos 7
9 Foras-de-jogo 1
 
publicado por Sérgio Martins às 00:18
Terça-feira, 27 DE Outubro 2009

 

David Luiz: «Objetivo era a liderança»

27 de Outubro de 2009-Fonte"Record"

David Luiz mostrou-se satisfeito com o triunfo e agora só deseja manter a primeira posição até ao final da temporada. "O nosso objetivo era a liderança e conseguimos atingir esse propósito. Independentemente dos seis golos o que importava eram os três pontos que estavam em disputa. Queríamos sair líderes e conseguimos", assinala o defesa. Já a pensar no encontro da próxima jornada o brasileiro acrescenta: "Queremos manter o primeiro posto e, se quisermos ser campeões, temos de ir a Braga com o intuito de vencer a partida. Sabemos que ainda não ganhamos nada e vamos manter os níveis de exigência."

 

Ontem de manhã Luís Filipe Vieira garantiu a continuidade de Luisão no Benfica até 2013. David Luiz, que recentemente também prolongou a sua ligação ao clube encarnado, mostrou-se bastante satisfeito com a notícia.

 

"Sem dúvida nenhuma que a renovação do Luisão é uma excelente notícia. Além de um grande amigo também é um excelente profissional. Fico muito feliz com a possibilidade de poder continuar jogar a seu lado", afirmou o jovem, de 22 anos, visivelmente contente.

 

 

A marcha encarnada
BENFICA É UMA MÁQUINA DE GOLOS

 

«Equipa soltou-se depois do primeiro golo» - Jorge Jesus
 

Jorge Jesus considerou esta noite que a fadiga dos jogadores do Nacional foi fundamental para a vitória do Benfica e destacou as dificuldades sentidas na primeira parte.

«A minha projecção é que era jogo um difícil, porque o Nacional é boa equipa do nosso campeonato e está bem na Euroliga. Sabendo que o Nacional tem qualidade em termos defensivos, pressupus que teríamos dificuldade, como tivemos na primeira parte.
Depois do primeiro golo, a equipa soltou-se, começou a ter mais dinâmica de jogo e sofreu golo em situação ilegal. Na segunda parte ambas as equipas sabiam que haveria sinais de fadiga, e penso que o Nacional sentiu mais. Começámos a criar muitas situações de golo e acabámos por ganhar 6-1», disse o técnico do Benfica.

Jesus elogiou a exibição de Fábio Coentrão, que substituiu César Peixoto (lesionado durante o aquecimento), e explicou que o jovem extremo trabalhou «várias vezes durante a semana como lateral esquerdo».

 

 

 

 

 

 

Cardozo: «Aproveitamos bem as oportunidades»
AVANÇADO EXPLICA O SEGREDO DAS CONTÍNUAS GOLEADAS

 

Os três golos apontados isolaram ainda mais Cardozo na liderança da Bota de Ouro. O avançado, de 26 anos, destaca os índices de aproveitamento da equipa, e mostra-se confiante para o desafio da próxima jornada, frente ao Sp. Braga.

 

Começando por comentar a vitória o sul-americano realça: "Estamos a jogar bem e as coisas têm-nos corrido de feição. Aproveitamos bem as oportunidades de golo e é por isso que temos ganho desta forma." Com o triunfo, as águias alcançaram a liderança, e agora já pensam em manter a primeira posição no sábado: "Vai ser muito difícil pois o Sp. Braga também está a jogar bem. Vamos tentar aproveitar uma vez mais as oportunidades para mantermos o primeiro lugar."

Golo decisivo

 

Até o Tacuara ter inaugurado o marcador o Benfica estava a sentir dificuldades para entrar na defesa do Nacional. O internacional paraguaio enaltece o desempenho do adversário e lembra: "Creio que começaram muito bem a partida mas depois nós conseguimos fazer o primeiro golo. A partir de então foi mais fácil controlar a partida."

27 de Outubro de 2009 - "Fonte Record"

 

  

A goleada de ontem à noite frente ao Nacional (6-1), fez também com que oBenfica alcançasse o primeiro lugar da classificação da Liga Sagres, posição que não atingia desde a 14ª jornada da época passada (11 de janeiro de 2009) quando venceu, na Luz, o Sp. Braga, por 1-0. 288 dias depois, os encarnados regressam à liderança.

Cardozo faz segundo hat-trick

O paraguaio Cardozo confirmou-se ontem como o melhor marcador da Liga, com o seu segundo hat-trick . O primeiro foi na goleada de 8-1 ao V. Setúbal, também na Luz, onde o Benfica marca que se farta.

Jorge Jesus, 3-Manuel Machado, 2

No duelo particular entre os dois treinadores,Jesus desempatou e está a ganhar por 3-2 a Machado. Foi a derrota mais pesada do treinador do Nacional nos confrontos com o técnico dos encarnados.

 

 27 de Outubro de 2009 - Fonte "record"

 

publicado por Sérgio Martins às 07:56
tags:

O glorioso finalmente chega ao lugar que merece , ou seja o topo da classificação .

 

Ontem e até mesmo hoje antes do jogo os "críticos" diziam que o Nacional iria pontuar ou até mesmo ganhar na Luz , só se fosse em sonhos digo eu . Era o que certamente esperavam aqueles que nos seguem na nossa retaguarda .

 

Apesar da "vitória" do Porto , muito duvidosa (  pelo menos dois golos Irregulares, dois  foras de jogo claríssimos ) , nós continuamos numa onda de vitória arrasando tudo aquilo que nos aparece pela frente .

 

O nome Benfica voltou a correr Mundo , mais uma goleada mais uma exibição brilhante .

Acham que é coincidência ?!! O facto é que somos sem dúvida a equipa mais concretizadora da Europa quiçá do Mundo .

 

Mas voltando ao campeonato e ao jogo com o Nacional .

O resultado final marcava 6-1 , não estou a brincar .

 

Aos 16 minutos da 1ª parte e após uma jogo absolutamente fantástica , com a bola a passar por vários jogadores do Benfica acaba esta no fundo da rede Nacionalista por intermédio do melhor artilheiro do campeonato , Oscar Cardozo .

Seis minutos mais tarde o Nacional acaba por marcar o seu tento de honra de  forma irregular , mesmo nas barbas do auxiliar ( será que foi coincidência) ou o "liner" também festejou o golo .

Mas a 1ª parte não acaba sem antes o "Conejo" Saviola fazer o gostinho , neste caso à cabeça na sequência de um canto marcado de maneira curta para Fábio Coentrão que cruza na esquerda para o coração da área, onde surge Saviola ao segundo poste a finalizar de  para o fundo das redes.

2ª parte aos 48 minutos Aimar tira da cartola um penalti (não existe, mas por breves instantes relembrei um mágico famoso (Deco) que passou pelo nosso campeonato, que também fazia destes números de circo, não se lembram quem era ? Pois é vestia de azul !!). Cardozo converte e faz o 3 - 1 , a bola levava lume (127Km) .

Aos 63 minutos mais um golo , mais uma arrancada fulgurante de Fábio Coentrão que após excelente cruzamento  para  Cardozo , este sozinho na grande área, complica, não consegue o remate, mas deixa para Saviola que só com Bracalli pela frente, volta a facturar. O resultado começa a ter contornos de goleada.

Bom o massacre  não acaba por aqui , aos 85 minutos  na cobrança de um livre por David Luiz , Bracalli defendeu para a frente e Nuno Gomes na recarga, fez o quinto golo da partida.

As contas fecharam aos 91 minutos em mais uma grande penalidade ( esta sim existe) , a castigar Ramires que se isolava na cara do guarda redes , e tipo wrestling é placado pelo defesa Nacionalista . Cardozo desta vez atira para a direita de Bracalli, outra bomba do avançado paraguaio, que assim faz o hat-trick.

 

Conclusão da jornada : Melhor ataque , melhor equipa , melhor futebol , melhores assistências , concluindo 1º Lugar .

 

 

 

 

 

1º Golo aos 16 minutos

Golo do Benfica! Aimar lança Fábio Coentrão que rompendo pelo lado esquerdo, faz a assistência para Cardozo, que livre de marcação, só tem que encostar. Está feito o primeiro!

 

2º Golo aos 39 minutos

Golo do Benfica! Canto marcado de maneira curta para Fábio Coentrão que cruza na esquerda para o coração da área, onde surge Saviola ao segundo poste a finalizar de cabeça para o fundo das redes.

 

 

3º Golo aos 48 minutos

Golo do Benfica! Cardozo na conversão do castigo máximo, fuzilou Bracalli, rematando para o meio da baliza

 

 

4º Golo aos 63 minutos

Golo do Benfica! Cardozo sozinho na grande área, complica, não consegue o remate, mas deixa para Saviola que só com Bracalli pela frente, volta a facturar. O resultado começa a ter contornos de goleada.

 

 

5º Golo aos 85 minutos

Golo do Benfica! David Luiz cobrou o livre, Bracalli defendeu para a frente e Nuno Gomes na recarga, fez o quinto golo da partida.

 

 

6º Golo aos 91 minutos

Golo do Benfica! Cardozo desta vez atira para a direita de Bracalli, outra bomba do avançado paraguaio, que assim faz o hat-trick.

publicado por Sérgio Martins às 02:09
tags:
Segunda-feira, 26 DE Outubro 2009

Paços de Ferreira - Benfica  - 7ª Jornada

 

Mais uma vitória para o nosso Benfica ,desta vez na Mata Real na casa do Paços de Ferreira .

Cedo se anteviu mais um jornada vitoriosa para o glorioso , pois entrou logo a ganhar fazendo o primeiro tento aos 3  minutos da primeira parte num portentoso cabeceamento por intermédio de David Luiz na sequencia de um pontapé de canto . O jogo foi-se desenrolando até que aos 22 minutos da primeira parte novo golo , desta vez por Carlos Martins que atira uma bomba do meio da rua batendo o guardião do Paços .Ainda na primeira parte aos 40 minutos mais um golo do Benfica! Cardozo marca um "golão", ao ângulo, na marcação de um livre directo à entrada da área. Que grande golo do paraguaio! Na segunda parte o Glorioso doseou o esforço e acabou por permitir o tento de honra à equipa da capital do móvel , Maykon, aos 68 minutos, aproveita da melhor maneira um cruzamento da direita depois da defensiva encarnada não ter conseguido aliviar a bola .

 

Mais uma vitória rumo à conquista do Título .

 

OS GOLOS :

 

Aos 3 minutos da 1ª parte 0 - 1 .

Golo do Benfica! David Luiz cabeceia ao primeiro poste depois de um canto marcado na esquerda do ataque por Carlos Martins. Está feito o primeiro!

 

 

 

Aos 22 minutos da 1ª parte 0 - 2.

 

Golo do Benfica! Carlos Martins remata do meio da rua com a bola a fazer um grande efeito e a entrar na baliza sem hipóteses de defesa para Cássio.

 

 

 

Aos 40 minutos da 1ª parte 0 - 3.

Golo do Benfica! Cardozo marca um "golão", ao ângulo, na marcação de um livre directo à entrada da área. Que grande golo do paraguaio!

publicado por Sérgio Martins às 23:55
tags:

 

Keirrison convocado
AVANÇADO BRASILEIRO RECUPEROU DE LESÃO

 

O avançado brasileiro Keirrison recuperou de uma lesão e foi convocado por Jorge Jesus para o encontro de segunda-feira na Luz com o Nacional, da 8.ª jornada da Liga Sagres.

Os defesas Luís Filipe e Shaffer estão indisponíveis por lesão, tendo ficado fora da lista de 20 eleitos do treinador encarnado para o embate com o Nacional, que à entrada para a jornada era 5.º classificado com 11 pontos.

O encontro, que vai ser arbitrado pelo portuense Vasco Santos, inicia-se às 20.15 e, em caso de vitória, o Benfica, que soma 19 pontos, assume a liderança do campeonato, embora em igualdade pontual com o Sp. Braga, após o empate 1-1 de sábado dos minhotos no terreno do Rio Ave.

Lista de convocados:

Guarda-redes: Quim e Júlio César.

Defesas: Maxi Pereira, Luisão, Sidnei, David Luiz e César Peixoto.

Médios: Javi Garcia, Ramires, Rúben Amorim, Carlos Martins, Fábio Coentrão, Felipe Menezes, Di María e Pablo Aimar.

Avançados: Nuno Gomes, Weldon, Saviola, Cardozo e Keirrison.

26 de Outubro de 2009 - Fonte " jornal Record"

 

 Manchester chama Di María
UNITED E CITY PROMETEM NÃO PARAR COM OBSERVAÇÕES

 

 

 

 26 de Outubro de 2009 - Fonte " jornal Record

 

 

 Di María pode vir a ser o causador de uma guerra de clubes em Manchester. O internacional argentino, de 21 anos, é desejado pelos dois emblemas da cidade britânica e tanto o United como o City fazem questão de manter as observações ao jogador.

 

 

26 de Outubro de 2009 - Fonte " jornal Record"

 

 Quim: Três semanas a vê-los jogar

 

 

GUARDIÃO VOLTA HOJE À BALIZA DA ÁGUIA

A passada quinta-feira não foi exceção e o clube onde joga o português Nani voltou a enviar emissários ao Estádio da Luz, que terão certamente ficado rendidos ao futebol do camisola 20, durante o encontro com o Everton, da Liga Europa. As missões de espionagem vindas de Inglaterra prometem continuar, curiosamente um país que a nível futebolístico encanta Angelito.

O Benfica não só não está vendedor no imediato, como recentemente assegurou a continuidade do atleta por mais três anos, com Di María a ficar ligado aos encarnados até 2015. Esta é uma forma de na Luz precaverem uma possível valorização do jogador com a presença da Argentina no Mundial da África do Sul, no próximo ano.

Há, no entanto, uma opção que a SAD não poderá recusar e que passa pela possibilidade de aparecer um clube disposto a pagar a cláusula de rescisão, que com a assinatura da renovação subiu para os 40 milhões de euros.

 

 

Três semanas depois de ter sido titular pela última vez, Quim está de volta aos relvados e à baliza encarnada. Esta é uma situação que não ficou a dever-se a nenhuma lesão ou castigo, mas apenas a um calendário que afastou o camisola 12 dos relvados.

Jorge Jesus, já se sabe, aposta na rotatividade dos guarda-redes e as competições entregues aos três homens da baliza parecem estar definidas nesta altura.

Quim é, aos 33 anos, o dono das redes nos encontros do campeonato, prova na qual é totalista. Esta é uma condição que aparentemente não está em risco para o internacional português que hoje vai voltar ao onze, o que já não acontece desde 5 de outubro, altura em que as águias venceram em Paços de Ferreira por 3-1.

Este parece ser um cenário certo, mesmo sabendo-se que qualquer paragem traz pontos menos benéficos para a equipa e para os jogadores a nível individual, sobretudo tratando-se de uma posição tão específica como é o caso de um guarda-redes.

Apesar do estatuto de titular na maior prova do calendário futebolístico português, Quim foi traído pela calendarização e viu-se forçado a ceder o lugar a Moreira e Júlio César. Isto numa altura em que tarda a reconquistar o espaço na Seleção, pelo que também foi forçado a assistir de longe aos desafios da equipa portuguesa que colocaram Portugal nos playoffs do Mundial.

espaço aos restantes. Apesar de não ter sido titular nas partidas que o conjunto encarnado realizou nesta paragem da Liga, Quim esteve sempre por perto e foi a segunda opção nos dois desafios que a equipa teve neste espaço de tempo.

O primeiro desafio que os encarnados tiveram no interregno foi com o Monsanto, a contar para a 3.ª eliminatória da Taça de Portugal e Quim sentou-se no banco para assistir à goleada (6-0) imposta pelas águias, assumindo Moreira a titularidade.Esta é, aliás, uma escolha que se deve manter nesta competição.

Quatro dias mais tarde, Quim voltou a ser um espectador atento de outro resultado expressivo e fê-lo de novo sentado no banco. Foi ao nível do relvado, mas no lado de fora, que o titular do campeonato assistiu à vitória sobre o Everton.

publicado por Sérgio Martins às 07:35
tags:
Quarta-feira, 21 DE Outubro 2009

 

 

Rui Costa: «Estamos bem servidos de presidente»
POR AGORA ESTÁ CONCENTRADO EM SER UM BOM DIRETOR DESPORTIVO

 

 A carreira de futebolista, a ligação ao Benfica, as emoções da despedida e o presente foram tópicos sobre os quais Rui Costa não deixou de ser questionado na visita à  Escola Mães d'Água, na Falagueira (Amadora), numa iniciativa de promoção do desporto escolar.

O ex-jogador foi questionado também quanto à possibilidade de um dia ser presidente do Benfica, mas fugiu um pouco ao assunto. "O presidente (Luís Filipe Vieira) acredita que tenho condições para isso, mas estamos muito bem servidos e hoje estou empenhado no que estou a fazer, que é ser diretor desportivo", referiu.

Rui Costa confessou ainda que a missão mais complicada na vida de um director-desportivo é "dispensar jogadores".

Quando questionado sobre o melhor treinador que teve, o agora dirigente e administrador do Benfica, lembrou nomes como o sueco Sven-Goran Eriksson ou o italiano Carlo Ancelotti e o turco Fatih Terim, numa resposta que acabou no atual técnico do Benfica.

"Gostei muito do Eriksson, do Ancelotti, do Terim... e estou a gostar muito de ter o (Jorge) Jesus a treinar", disse Rui Costa, arrancando risos na plateia.

Rui Costa falou ainda dos melhores jogadore do mundo. "Conheço o Cristiano e o Kaká, tenho grande carinho por eles. Não conheço pessoalmente o Messi, mas admiro-o. Penso que nos próximos 10 anos vão discutir entre eles quem é o melhor do Mundo", disse. 
 20 de Outubrode2009 -Fonte  Record

 

 

O treinador do Everton, David Moyes, admitiu hoje que "sairá satisfeito" do Estádio da Luz "com um empate frente ao Benfica", em jogo do Grupo 1 da terceira jornada da Liga Europa de futebol a disputar quinta-feira.

 Em conferência de imprensa, Moyes manifestou-se ansioso por defrontar o Benfica por causa do seu "fantástico estádio" e por ser um clube com "tanta história e tradição na Europa".

Sobre o seu adversário, teceu elogios: "Este novo Benfica é uma equipa de futebol atacante e excitante, com um ataque forte, que se reforçou com vários sul-americanos que dão um sabor especial ao seu jogo e que tem, ainda, uma massa de adeptos muito fervorosa no apoio aos seus jogadores".

Moyes negou que o Everton tenha estado interessado em contratar Luisão, como chegou a ser noticiado, apesar de "se tratar de um grande jogador", e acrescentou tais notícias não passaram de "rumores da imprensa".

O treinador do Everton lamentou as baixas, por lesão, dos defesas Joseph Yobo e Phil Jagielka, e os médios Phil Neville, Steven Piennar, Mikel Arteta, o espanhol estratega da equipa, e Leon Osman.

"São muitas lesões, mas esta equipa tem um espírito e uma identidade extraordinárias que lhe permite superar as dificuldades e seguir em frente", referiu David Moyes, para quem a derrota do Benfica em Atenas, frente ao AEK, "veio atrapalhar as contas", visto que, se a equipa portuguesa tivesse vencido, "tudo seria mais fácil", visto que um empate na Luz seria "um bom resultado para ambos".

Quanto ao "onze" do Everton que vai entrar no Estádio da Luz quinta-feira deverá ser o seguinte: Tim Howard, Gosling, Distin, Hilbert, Baines, Bilyaletdinov, Rodwell, Cahill, Fallaini, Jô e Saha.

Moyes aludiu ainda à iniciativa do Everton de lembrar o "caso Maddie McCann", a menina inglesa que desapareceu no Algarve há dois anos, com a distribuição seis mil camisolas com a inscrição "Ainda te procuramos", ao dizer que "é sempre importante passar a palavra quando uns pais perdem uma filha", sublinhando no entando que o Everton vai à Luz "jogar futebol".

O capitão de equipa, Leigthon Baines, também se mostrou "impressionado com a grandeza" do Estádio da Luz e "excitado" com a perspectiva de defrontar um clube com "o prestígio do Benfica", cuja equipa, na sua opinião, "é jovem, talentosa e está em ascensão".

"Vamos ver esta noite alguns vídeos do nosso adversário para termos uma ideia mais real do seu potencial, sobretudo em termos individuais", disse Baines, que quer reforçar a posição de liderança do Everton, comandante do grupo com 6 pontos, depois de um "começo tão forte".

Baines pretende mostrar ao seus adeptos que o Everton "está forte e quer ganhar o jogo", apesar de defrontar "um adversário especial, num estádio especial" e a sua equipa se debater com as ausências de vários titulares, lembrando que esta "também ganhou quando faltaram jogadores importantes", noutras circunstâncias, esta época, porque o "plantel está preparado" para suprir essas ausências.

"Podemos não estar tão fortes, mas somos uma equipa difícil de bater", asseverou, em jeito de aviso ao Benfica, enaltecendo o "espírito guerreiro" dos jogadores do clube de Liverpool que "sentem uma motivação extra" por defrontar "um clube com tanta história, num estádio fantástico".

 21de Outubrode2009 -Fonte  Sapo Desporto

 

 

 

O Benfica venceu hoje o Belenenses por 4-1, em jogo a contar para a 1ª jornada da zona Sul da Liga Intercalar.

Balboa e Jorge Ribeiro, jogadores que não entram nas contas de Jorge Jesus para esta época, apontaram os quatro golos dos encarnados, dois cada um.
 

Na Zona Sul, falta apena jogar-se o Mafra - Estrela da Amadora, uma vez que o Sporting folga nesta primeira jornada..

Já na Zona Norte desta competição, o Paços de Ferreira bateu em sua casa o Sporting de Braga por 3-1, enquanto Trofense e Vitória de Guimarães empataram a dois golos.

Nesta primeira jornada ainda irão jogar-se o Feirense - Leixões e o FC Porto - Varzim

 

O avançado argentino alertou para as dificuldades que o Everton deve colocar amanhã na Luz, mas espera que o clube da Luz chegue longe na Liga Europa.

"O Everton é uma equipa difícil e dura e se não estivermos concentrados vamos ter problemas", avisou hoje Javier Saviola, na conferência de imprensa de antevisão da partida desta quinta-feira.

O argentino rejeita o discurso de favoritismo e prefere provar em campo esse estatuto: "Sabemos da importância deste jogo e queremos ganhar.
Há três equipas em disputa para a qualificação, temos de lutar e mostrar se somos ou não favoritos, mas queremos que o Benfica possa fazer coisas grandes na Europa."

O Benfica vem de uma derrota na segunda jornada com o AEK (0-1). Todavia, 'El Conejo' garantiu que isso faz parte do passado, desvalorizando também a importância do encontro. "Não é necessário recordar o jogo com o AEK, porque penso que isso não vai acontecer. Temos uma mentalidade forte e o jogo não é decisivo, mas é importante", concluiu.

Convocados:

Guarda-redes: Quim, Julio César;
Defesas: Luisão, Sidnei, David Luiz, Maxi Pereira, César Peixoto;
Médios: Ruben Amorim, Javi García, Carlos Martins, Ramires, Aimar, Felipe Menezes, Fábio Coentrão, Di María;
Avançados: Cardozo, Weldon, Nuno Gomes, Saviola;

21de Outubro de 2009 - Fonte Sapo desporto

 

 

21 de outubro de 2009 - Fonte Sapo Desporto

O técnico do Benfica mostra-se confiante para a partida desta quinta-feira com os ingleses, a contar para a Liga Europa, e garante que a equipa está na "máxima força".

Jorge Jesus tentou desdramatizar o peso do encontro com o Everton, na véspera da terceira jornada da Liga Europa. "O jogo de amanhã não é determinante, qualquer que seja o resultado. O jogo determinante vai ser com o AEK Atenas, aqui na Luz", sublinhou o treinador dos encarnados, sem deixar de reiterar que "o plantel está na máxima força". "Vai ser um excelente jogo e com muitos golos."

Apesar do bom momento da sua equipa, Jorge Jesus também teceu elogios ao Everton: "É uma equipa forte, o seu modelo de jogo é muito semelhante ao típico modelo inglês. Sabemos que Benfica e Everton são as equipas mais fortes do grupo."

Confessando que "a prioridade é o campeonato", o técnico encarnado está também "convencido" de que a sua equipa pode chegar longe na Liga Europa. "O Benfica vai tentar apurar-se para reavivar a sua identidade na Europa e vamos conseguir", frisou.

Confrontado com uma eventual poupança de jogadores para o desafio com os toffees, Jorge Jesus descartou esse cenário. "Não vou poupar jogadores, porque o Nacional é só na segunda-feira e há tempo para descansar."

A terminar o seu discurso, Jesus admitiu que os elogios de Rui Costa na véspera o deixaram "honrado e satisfeito".

Convocados:

Guarda-redes: Quim, Julio César;
Defesas: Luisão, Sidnei, David Luiz, Maxi Pereira, César Peixoto;
Médios: Ruben Amorim, Javi García, Carlos Martins, Ramires, Aimar, Felipe Menezes, Fábio Coentrão, Di María;
Avançados: Cardozo, Weldon, Nuno Gomes, Saviola;

publicado por Sérgio Martins às 08:09
tags:
Segunda-feira, 19 DE Outubro 2009

Jorge Jesus: «Não há um onze padrão no Benfica»
TREINADOR SATISFEITO COM MAIS UMA GOLEADA

 

 

O Benfica entrou com o pé direito nesta edição da Taça de Portugal ao golear o Monsanto com seis golos sem resposta, no Estádio Municipal de Torres Novas, casa emprestada dos ribatejanos.

 

 

No final do desafio, Jorge Jesus revelou-se um treinador satisfeito por não ter saído nenhuma lesão do encontro da noite deste sábado: "Não houve problemas físicos nem dentro nem fora do campo e goleámos com uma segunda parte muito forte."

"O Monsanto conseguiu neutralizar alguns movimentos da nossa equipa, mas sabíamos que poderiamos vir a ter mais espaços na segunda parte, devido à falta de frescura física do adversário", considerou Jorge Jesus, em declarações à TVI 24.

O Benfica apresentou-se em campo com um "onze" renovado, um facto que, segundo Jesus, não dá como garantida a titularidade dos atletas que foram poupados: "Não há suplentes no plantel. Há um treinador que escolhe os melhores e não há um onze padrão no Benfica."

Quanto ao futuro, Jorge Jesus avança a ideia de que a Taça de Portugal é para conquistar, embora assuma cautelas: "Só temos um pensamento que é ganhar. No entanto, é preciso ir pensando eliminatória a eliminatória."

 

17 de Outubro de 2009 - Fonte "Record"



 

 

 

 Martins recupera o faro
LEVA TRÊS GOLOS EM OUTROS TANTOS JOGOS

 

O caminho para a baliza deixou de ser desconhecido para Carlos Martins nesta temporada, ao contrário do que sucedera no consulado de Quique Flores. Ocamisola 17 obteve 3 golos em outras tantas partidas (terceiro melhor registo da carreira) na equipa de Jesus, aspirando a superar o máximo alcançado em 2004/05, época em que conseguiu 7 remates certeiros no Sporting de Peseiro.

O bis rubricado anteontem em Torres Novas, diante do frágil Monsanto, deu seguimento a um pecúlio começado a construir na Mata Real, frente ao Paços de Ferreira. Nesse encontro, o internacional português também marcou através de um disparo colocado. Além de importante para o triunfo dos encarnados, o tento significou a estreia de Carlos Martins a faturar de águia ao peito.

Sistema amigo

Vivendo na sombra de Pablo Aimar, o camisola 17 tirou o melhor partido das oportunidades que lhe foram concedidas recentemente por Jorge Jesus. Tanto em Paços de Ferreira como em Torres Novas, Carlos Martins ocupou o vértice mais adiantado do losango, desempenhando as funções de "10". Como atuou em terrenos muito adiantados, o médio de 27 anos dispôs de chances para visar a baliza em posição mais favorável.

Recuando até 2004/05, a tal época em que apontou 7 golos, 5 na Liga e 2 na Taça de Portugal, chega-se à conclusão que Carlos Martins também estava enquadrado num losango. No entanto, José Peseiro não lhe atribuiu o papel de "10", preferindo colocá-lo no vértice direito do quadrilátero. O médio-defensivo era Custódio, enquanto Hugo Viana evoluía no lado esquerdo. A posição mais adiantada era desempenhada por Rochemback. Mesmo não sendo titular absoluto - a primeira opção para a direita era Pedro Barbosa -, Carlos Martins faturou ante Moreirense, V. Guimarães (2), FC Porto, Boavista, Naval e Pampilhosa

Segunda-Feira, 19 Outubro de 2009

 

 

 

publicado por Sérgio Martins às 08:12
tags:
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
18
20
22
23
24
25
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Visitantes
free counters
subscrever feeds
arquivos
2010:

 J F M A M J J A S O N D

2009:

 J F M A M J J A S O N D

Perguntas pertinentes
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
O Benfica parece um Oceano, com tantos adeptos a d...
Posts mais comentados
Taça da Liga -Vencedores
1ª Liga - Campeão
mais sobre mim
blogs SAPO